Educação e Informação

Tecnologia holográfica, aliada a estratégias pedagógicas, pode levar à melhoria do ensino

Conteúdos curriculares e a imagem do professor em 3D, com a integração de elementos digitais ao mundo real, contribuem para gerar motivação em aulas presenciais e remotas


As tecnologias de expansão da realidade, que permitem a incorporação de elementos digitais ao mundo real, como a realidade aumentada e a realidade virtual, dizem respeito à possibilidade de utilizar dispositivos para visualizar e estar imerso com elementos tridimensionais. Com a holografia, a perspectiva é que esses dispositivos, como telas, ventiladores de led e óculos, projetem essas experiências diretamente no mundo real, permitindo a visualização desses elementos e a sua integração ao espaço físico.


“O professor em holograma corresponde a uma representação em três dimensões deste professor, o que trará uma sensação de presença maior do que a visualização em tela. Além disso, o uso de elementos 3D na holografia contextualizados com os conteúdos curriculares pode favorecer a compreensão dos conceitos por parte dos estudantes, explica Daniel Fuverki Hey, gerente de projetos especiais na Unicesumar.


Ele acredita que o processo holográfico combinado com estratégias de aprendizagem pode contribuir para a melhoria da educação. “Por meio do planejamento de aulas e atividades, considerando a apresentação de elementos projetados holograficamente, questões referentes à assimilação das formas, proporção, exploração visual e outras características espaciais são percebidas de modo intuitivo e podem despertar curiosidade, prender a atenção e gerar motivação nos estudos em situações de aulas presenciais ou até remotas”.


Por exemplo, ao tratar sobre uma espécie de animal, os estudantes poderão observar o habitat projetado ao seu redor por holografia, visualizar uma projeção 3D em proporção real da espécie, escutar o som emitido pelo animal, assistir um vídeo sobre as características da espécie e discutir com os colegas formas de preservação. Nesse contexto, o professor tem o papel de instigar, direcionar a turma e interligar todos os alunos e elementos envolvidos na aprendizagem. “É o professor quem articula as experiências de aprendizagem e observa as particularidades dos estudantes a fim de incentivar e auxiliar nessa jornada”, afirma Hey.


Segundo ele, uma tecnologia com potencial de aproximar não permite somente conectividade de informações, mas também conexão entre as pessoas. “A educação pode se transformar com o uso de tecnologias digitais e promover o desenvolvimento de habilidades e competências relevantes que farão diferença em diversos aspectos na sociedade”.


Daniel Fuverki Hey vai falar sobre “Professor em holograma: a sala de aula do futuro” no GEduc 2021.



49 visualizações0 comentário
 
Categorias
Especial
A Pandemia do Novo Coronavirus e as Estratégias Educacionais
logho.png
Telefone:
(11) 5535-1397
Endereço:
Al. dos Pamaris, 308 - Moema - São Paulo - SP
CEP:
04086-020
WhatsApp:
(11) 96855-0247