Educação e Informação

A importância do Marketing Educacional e o novo perfil do gestor da área

Cofundador da Digital House, Carlos Alberto Júlio, explica as mudanças no setor e como os profissionais são impactados



Em dado momento, o marketing era resumido apenas a “técnicas de mercado”. Mas as mudanças na área, devido às transformações digitais, não só alteraram essa premissa como criaram um novo perfil de gestor. Segundo Carlos Alberto Júlio, CEO do laboratório de inovação Echos, colunista da rádio CBN e cofundador da Digital House Brasil, a responsabilidade do marketing hoje é fazer com que as marcas sejam consoantes aos valores e propósitos da organização.


“O importante é como eu junto o público à minha marca. Temos que nos perguntar o que ela está falando para as pessoas, com quem estamos falando e onde queremos causar impacto”, explicou o especialista na 18ª edição do GEduc – Congresso Brasileiro de Gestão Educacional. O evento teve como tema “Disrupção na Educação – Venha para o Futuro” e foi realizado de forma virtual, reunindo mais de 600 educadores de todo o Brasil.


O CEO explica que no mundo da educação o trabalho de marketing e comunicação é ainda mais forte. “Eu já percebi, no meu primeiro livro, o poder das palavras. Eu não mudo a vida das pessoas, mas as palavras mudam. O nosso sistema de educação precisa levar isso muito mais a sério. Mesmo no marketing de educação, você deve ter certeza do que promete entregar”.


Segundo ele, os profissionais da área têm um compromisso de entender e filtrar as narrativas desse universo. “O que você vai entregar? Como esse aluno vai sair da escola? No ensino básico é onde existe um dos maiores desafios. É o que eu chamo de “X invertido”: temos a escola pública de massa no ensino básico e a escola privada de elite no ensino básico. Quando vamos para o terceiro grau, esse X inverte: a massa vira a privada e a elite vira a pública. A responsabilidade do marketing é entender isso tudo”, diz. Ou seja, os alunos devem estar inseridos nessa realidade e não apenas serem necessariamente levados pela jornada proposta. Em uma analogia, esse é o desafio tanto em sala de aula para os professores quanto na comunicação de marketing.

E vale lembrar que todo o setor está sendo impactado pelas novas tecnologias e pode se beneficiar muito delas. Existe um novo marketing, que o especialista menciona como “matemarketing”, por ser algo totalmente quantitativo. O profissional da área que aborda a questão da matemática, da estatística, do business intelligence, e continua com a cabeça na experiência do público, na jornada do cliente e na narrativa, consegue ir além do que está sendo pedido e entregar melhores resultados e perspectivas para o meio em que está atuando, gerando maiores impactos e retornos.

5 visualizações
 
Categorias
Especial
A Pandemia do Novo Coronavirus e as Estratégias Educacionais
logho.png
Telefone:
(11) 5535-1397
Endereço:
Al. dos Pamaris, 308 - Moema - São Paulo - SP
CEP:
04086-020
WhatsApp:
(11) 96855-0247